Sobre

Método Suzuki

De acordo com Dr. Suzuki toda criança nasce com um enorme potencial e sua habilidade deve ser desenvolvida desde então. A criança, em sua mais tenra idade, aprende a língua materna através de constantes repetições. Da mesma maneira, é possível que ela desenvolva a linguagem musical e transmita-a através de seu instrumento, chegando a alcançar um grande aperfeiçoamento técnico.

Criado pelo violinista japonês, Dr. Shinichi Suzuki, o método baseia-se nos fundamentos da transmissão da língua materna. Tendo como princípio da sua filosofia a trilogia PROFESSOR - ALUNO - PAIS, este método visa uma complementação educacional no desenvolvimento da sensibilidade do ser humano.

Confira a galeria de fotos sobre o Método Suzuki.

Para saber mais sobre o método, acesse a 

Associação da Educação do Talento Musical do Paraná - Orquestra Suzuki Curitiba

Fundada em 1985 a Associação da Educação do talento Musical do Paraná, é uma entidade cultural sem fins lucrativos reconhecida como Utilidade Pública pela Câmara de Vereadores de Curitiba, que promove o ensino e a formação pela Educação do Talento, através do Método Suzuki. Sem sede própria, as aulas são ministradas das residências dos professores e os ensaios e audições são realizados em salas e auditórios cedidos à Associação por órgãos públicos federais, estaduais e municipais.
Oferece cursos de Violino, Viola e Violoncelo, a partir de 3 anos de idade, pelo Método Suzuki. Promove cursos com renomados professores como: Takeshi Kobayashi (Japão), John Kendall (EUA), Paulo Bosísio (Rio de Janeiro), Maestro Thomas Toscano (EUA), Barbara Barber (EUA), Simone Savytzky, Adriane Savytzky (Áustria) e Hildegard Soboll Martins (Curitiba). 

 

O Método Suzuki, criado no Japão pelo Dr. Shinichi Suzuki, utiliza melodias folclóricas e peças conhecidas de compositores internacionais. Baseia-se nos fundamentos da transmissão da língua materna. Tendo como princípio da sua filosofia a trilogia PROFESSOR – ALUNO – PAIS, visa uma complementação educacional no desenvolvimento da sensibilidade do ser humano. De acordo com o Dr. Suzuki toda criança nasce com um enorme potencial e sua habilidade deve ser desenvolvida desde então. A criança em sua mais tenra idade, aprende a língua materna através de constantes repetições. Da mesma maneira é possível que ela desenvolva a linguagem musical que transmita através de seu instrumento, chegando a alcançar um grande aperfeiçoamento técnico.

Alunos que integram orquestra profissionais, grupos de música de câmara, solistas vencedores de concursos nacionais e internacionais refletem o trabalho e dedicação de seus mestres.

A Camerata Suzuki do Brasil foi criada com os professores e alunos mais adiantados da AETMP. Realizaram concertos no Brasil e exterior, destacando-se na Escócia, Inglaterra e Irlanda, como Melhor Grupo de Música de Câmara na XII Convenção Mundial do Método Suzuki – Dublin, Irlanda. 

 

Projetos Comunitários

  • Crianças para Crianças: Objetivo do projeto é formação de plateia, condutas de comportamento em um espaço cultural, oportunidade de conhecer teatros e salas de concertos. Estimular o aprendizado de um instrumento e despertar o interesse pela música. Teve suas primeiras realizações em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura e Canal da Música. Público-alvo: escolas da rede Pública e Privada do Paraná.

  • Natal nos Hospitais: Despertar nos alunos o valor do voluntariado através da música, levando alegria e esperança aos necessitados, familiares e funcionários. Realizado anualmente nos hospitais Santa Cruz, Nossa Senhora das Graças, Hospital das Clínicas, Erasto Gaetner, Pequeno Príncipe e APAE. Público alvo: Pacientes, médicos, enfermeiros, funcionários, colaboradores e visitantes dos hospitais.

  • Natal nas Igrejas: concertos anuais realizados em diferentes Igrejas com o propósito de levar a música a população. Realizado em Igrejas como a Catedral de Curitiba, Santo Agostinho, Igreja dos Passarinhos, Presibiteriana, Batista, etc. Público alvo: Geral.

  • Concertos nas Empresas e Indústrias: Estimular a sensibilidade de ouvir e sentir música no seu ambiente de trabalho, conhecer instrumentos musicais, proporcionando um lazer cultural. Realizado em empresas como COPEL e Slavieiro Palace Hotel. Público alvo: trabalhadores, funcionários e diretores de empresas.